Ensaios Mecânicos

Ensaio de Tração

Este ensaio consiste em fixar um corpo de prova em uma máquina específica, no formato e
dimensões padronizadas ou não por normas internacionais, aplicando esforços crescentes em sua
direção axial, registrando através de um gráfico as tensões/deformações decorrentes, no qual é
possível avaliar o comportamento do material durante o ensaio. Normalmente, o ensaio ocorre até a
ruptura do material.

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM A48/A48M, ASTM A370, ASTM A770/A770M, ASTM B557, ASTM E8/E8M ISO 898-1, ISO 898-2, ISO 6892-1
DIN EN 1563, DIN EN ISO 6892-1, DIN EN 1561
ABNT NBR ISO 6892-1, ABNT NBR 6916
ASME IX, ASME B16.9, ASME B31.3, ASME II PARTE A, ASME II PARTE B, ASME II PARTE C
AWS D1.1/D1.1M, AWS D1.2/D1.2M, AWS D1.3/D1.3M, AWS D1.6/D1.6M, AWS D14.3/D14.3M, AWS D15.1/D15.1M, AWS B4.0
API 5L, API 1104
NORSOK M-601

Do início do ensaio, até a ruptura final, os materiais geralmente passam pelas etapas de deformação elástica e deformação plástica. Segue abaixo algumas das propriedades mecânicas obtidas nesse ensaio:

  • Limite de resistência
  • Limite de escoamento
  • Alongamento
  • Redução de área

Ensaio de Impacto Charpy

Este ensaio determina a resistência ao impacto (tenacidade) dos materiais. Mede-se a energia absorvida promovendo a fratura de um corpo de prova, além de ser empregado também no estudo de fratura.

As temperaturas utilizadas no ensaio variam de ambiente a baixas temperaturas (até -196°C).

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM E23, ASTM A370, ASTM A923-Método B
ISO 148-1

Ensaio de Achatamento (Flattening Test)

Consiste em fixar um corpo de prova em uma máquina específica, no formato e dimensões padronizadas ou não, por normas internacionais, aplicando esforços constantes.

Principais aplicações:

  • Tubos com costura ou sem costura

Ensaio de Achatamento Reverso (Reverse Flattening Test)

O teste de achatamento reverso é utilizado principalmente para aplicação em tubos soldados para a detecção de falta de penetração ou sobreposições resultantes da remoção do cordão na solda. A amostra é constituída por um comprimento de tubulação definido em normas técnicas e é então aberta e achatada com a solda no ponto de dobra máxima.

Principais aplicações:

  • Tubos com costura

Ensaio de Compressão

Consiste em fixar um corpo de prova em uma máquina específica, aplicando uma carga pré determinada.

Principais aplicações:

  • Molas, Parafusos, fixadores

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM E9, ASTM B968

Ensaio de Dobramento (Bend Test)

O ensaio de dobramento caracteriza-se através de um esforço de flexão até o limite plástico do material. Os corpos de provas são geralmente usinados com dimensões e formatos padronizados por normas técnicas específicas. Este ensaio geralmente é aplicado para determinar a qualidade e ductilidade do material.

No caso de soldas este ensaio evidencia a presença de defeitos de soldagens, sendo os mais comuns à falta de fusão, inclusões, poros entre outros. É utilizado principalmente para qualificação de soldadores ou procedimentos de soldagem, segue abaixo alguns tipos de dobramento:

  • Dobramento lateral ou face e raiz
  • Sentido longitudinal e sentido transversal

Ensaio de Dobramento Reverso (Reverse Bend Test)

Este método de ensaio em geral é utilizado em tubos trabalhados mecanicamente com costura ou sem costura.

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM A370, ASTM A1016, ASTM A530, ASTM E190, ASTM E290, ASTM A488
ISO 7438
NBR 5590
ASME IX
AWS D1.1/D1.1M, AWS D1.2/D1.2M, AWS D1.3/D1.3M, AWS D1.6/D1.6M, AWS D1.9/D1.9M, AWS D14.3/D14.3M, AWS D15.1/D15.1M, AWS B4.0

Ensaio de Flangeamento (Flanging Test)

Este ensaio destina-se a determinar a ductilidade dos tubos de caldeira e sua capacidade de suportar a operação de flexão em uma placa de tubo. O teste é feito em uma secção do tubo, geralmente com menos de 4 polegadas (100 mm) de comprimento e consiste em ter uma flange voltada perpendicularmente ao corpo do tubo para a largura exigida pelas especificações de material aplicáveis.

Ensaio de Alargamento (Flaring Test)

Este ensaio consiste em conduzir um mandril cônico com inclinação de 60° em uma secção do tubo expandindo até a largura exigida pelas especificações do material aplicável.

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM A370, ASTM A1016.

Ensaio de Dureza

O teste de dureza é um meio para determinar a resistência à penetração e ocasionalmente é empregado para obter uma rápida aproximação da resistência à tração. Segue abaixo  os tipos de durezas:

  • Dureza Brinell
  • Dureza Rockwell
  • Microdureza / Macrodureza Vickers
  • Dureza Leeb
  • Gradiente de dureza para ensaio de temperabilidade Jominy

 

NORMAS DE REFERÊNCIA:
ASTM A956, ASTM A370, ASTM E18, ASTM E92, ASTM E384, ASTM E10, ASTM E140
ABNT NBR 6506-1, ABNT NBR 6507-1, ABNT NBR 6508-1
DIN 50190