Em 14 de abril de 1912, às 11h40 (hora da Gronelândia), o Royal Mail Ship Titanic em sua viagem inaugural seguiu para o oeste a cerca de 40 km/h quando os vigias no mastro avistaram um enorme iceberg (estimativa de 150 a 300 toneladas) a uma distância de 500 metros à frente. Imediatamente, os motores do navio foram invertidos e o navio foi virado para o porto (à esquerda) na tentativa de evitar o iceberg.

Em cerca de 40 segundos, o navio atingiu o iceberg abaixo da linha da água no lado do estibordo (à direita) próximo da proa. O iceberg rasgou o casco do navio por 100 metros, destruindo a integridade dos seis compartimentos prova d’água. Dentro de 2h 40min, o RMS Titanic afundou. O exame metalúrgico e a análise química do aço retirado do Titanic revelaram pistas importantes que permitem compreender a gravidade do dano infligido no casco.

Embora o aço provavelmente fosse tão bom como estava disponível no momento em que o navio foi construído, era muito inferior quando comparado com o aço moderno. A tenacidade ao entalhe (ensaio de impacto charpy) mostrou um valor muito baixo (4 joules) para o aço à temperatura da água (-2°C) no Atlântico Norte no momento do acidente.

Dados técnicos do Navio:

  • Tipo de navio – Transatlântico
  • Classe – Olympic
  • Tonelagem – 46.328t
  • Maquinário – 29 caldeiras – 2 motores de tripla expansão com quatro cilindros – 1 turbina de baixa pressão
  • Altura – 53m
  • Comprimento – 269m
  • Propulsão – 2 hélices triplas / 1 hélice quádrupla / 46.000 hp (34.300 kW)
  • Velocidade – 21 nós (39 km/h) (média)
  • Tripulação – 892
  • Passageiros – 2.435